My Lost Experience

Anotações e especulações sobre Lost e The Lost Experience. Esta não é uma zona livre de spoilers.

27.5.06

Fim de temporada

Finalmente vi o fim da temporada de Lost. E, bem, a presença de uma certa Penelope Widmore conecta mais ainda a série ao jogo.

* Desmond voltou. Não porque quer, mas porque o barco em que estava não consegue sair da área da ilha. Será eletromagnetismo?

* E ele se chama Desmond David Hume? Com o mesmo nome do filósofo cético seguidor de Locke?

* Our Mutual Friend.

* Peraí! Ele se corresponde com uma moça chamada Penny Widmore? Filha de Charles Widmore?

* O barco de Desmond era do marido de Libby (ou ao menos de um suposto marido)? E se ela for justamente uma pessoa que faz as pessoas caírem na ilha? Uma facilitadora para o Dharma?

* Que diabos é aquele pé de estátua de quatro dedos?

* Kelvin Inman era o cara que estava na escotilha antes de Desmond. E diz que um certo Radzinsky era seu antecessor.

* Mr. Friendly / Zeke se chamaria Tom.

* E aí vem o grande lance: no fim do episódio, dois falantes de português (mas com sotaque esquisito), vigiando manifestações de eletromagnetismo para Penny Widmore. Não tenho certeza se de fato são brasileiros, como andam dizendo por aí.

Ok, deixem-me explicar isso melhor.

Os laboratórios Widmore aparecem em Lost diversas vezes e estariam conectados com à Hanso Foundation, talvez como fornecedores ou até mesmo como construtores das escotilhas.

Penelope perdeu o amor de sua vida, mas sabe que seu pai, possivelmente o dono das empresas Widmore, queria se livrar de Desmond. Logo, Charles Widmore pode ter feito Libby dar o barco a Desmond -- e conduzido o barco até a ilha. Penelope teria descoberto o suficiente sobre as experiências e montado um esquema para achar tanto a ilha quanto seu Desmond.

Enfim, duro vai ser passar uns meses sem Lost. Mas vambora.

1 Comments:

Anonymous Anônimo said...

http://widmoregroup.com/corporate.htm

3:20 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home